A CSU CardSystem anunciou sua nova divisão de negócios, que atenderá demandas de tecnologia do mercado corporativo. Para isso, será inaugurado um Data Centers, na unidade Alphaview, localizada em Barueri, na Grande São Paulo. O projeto, nomeado CSU.ITS, foi apresentado, hoje (28), ao mercado em um encontro com parceiros e clientes, e que contou com palestra de Fernando Henrique Cardoso. Em sua apresentação, o ex-presidente falou sobre o atual cenário econômico, pontuando as oportunidades e dificuldades do empresariado brasileiro. “A presença do ex-presidente em muito abrilhantou o nosso evento. Sua preleção foi de uma elegância, realismo e profundidade impressionantes. Todos foram positivamente impactados”, comentou Marco Antonio Theodoro, diretor executivo da CSU Contact.


FHC e Theodoro

O foco da CSU.ITS será atender às demandas do mercado corporativo nas  tecnologias de gerenciamento de aplicativos, hospedagem de softwares e hardwares e terceirização de data center. O presidente da CSU, Marcos Ribeiro Leite, explica que a estratégia da companhia é atuar principalmente junto a empresas com operações grandes e médias que priorizam a segurança e a estabilidade nos processos, preferencialmente nas áreas de Finanças, Comércio e Concessionárias de Serviços Públicos de Consumo. Este segmento corresponde a aproximadamente 35% dos serviços de ITO.

O executivo considera natural a entrada da CSU neste mercado. “Estamos disponibilizando para outras empresas a estrutura tecnológica que sustenta nossas operações por mais de duas décadas, atendendo com excelência ao setor bancário/financeiro, indiscutivelmente um dos mais sensíveis da economia quando se trata de segurança e robustez. A posse deste know-how fornece a confiança para nossas expectativas de crescimento neste novo negócio”, afirma. O projeto prevê investimento da ordem de R$ 40 milhões ao longo do período de consolidação de sua estrutura.

O presidente da companhia explica que a ITS terá condições de oferecer aos clientes custos inferiores aos que são praticados atualmente no mercado brasileiro devido à sinergia entre as operações do Grupo CSU. Ele argumenta que a estrutura do novo data center  foi implantada com  foco estratégico no suporte a oferta de serviços de tecnologia que a empresa já utiliza nas outras linhas de negócios (CardSystem- MarketSystem e Contact). “Vamos oferecer ao mercado a oportunidade de usar uma arquitetura tecnológica desenhada para ser sustentável economicamente pelos serviços que nós já prestamos em outros segmentos. Isto nos dará condições de praticar preços inferiores ao de empresas cujos data centers têm sua rentabilidade baseada única e exclusivamente no serviço de ITO”, explica.

Veja a matéria completa clicando aqui.

Fale com a CSU

Mensagem enviada com sucesso