É o maior crescimento mensal dos últimos dois anos, impulsionado por clientes das classes C e D de varejistas e bancos regionais

A base de processamento de cartões da CSU CardSystem S.A. (BM&F Bovespa: CARD3), empresa independente líder na prestação de serviços de alta tecnologia em gestão e processamento de meios eletrônicos de pagamento, marketing de relacionamento e terceirização de contact center, teve crescimento recorde em maio, com a adição de 900 mil novos plásticos. “É o maior crescimento mensal dos últimos dois anos, o que demonstra que a estratégia de crescimento da CSU está dando certo e acompanha o segmento de meios de pagamento, que continua muito aquecido, apesar da instabilidade da economia”, explica Wanderval Alencar, diretor executivo da CSU CardSystem.

Segundo Wanderval, cerca de 60% deste crescimento foi gerado por clientes novos da CSU e o restante está relacionado a novos cartões emitidos por clientes que já faziam parte da base de cartões da CSU — o chamado “crescimento orgânico” –, entre eles bancos nacionais e regionais, varejistas e financeiras. “A maior concentração das novas emissões é impulsionada por consumidores das classes C e D, fora do eixo Rio-São Paulo, que continuam com demanda reprimida por itens que possam melhorar sua qualidade de vida. O cartão de crédito hoje fornecido a este consumidor pelo varejista ou pelo banco regional é o meio mais simples e barato para que essa população continue inserida no mercado de consumo”, explica Alencar.

O diretor executivo da CSU explica que a flexibilidade e agilidade da Plataforma de Sistemas da CSU estão permitindo que redes de varejo e bancos tenham uma solução completa para viabilizar todo o processamento de meios eletrônicos de pagamento, oferecendo ao cliente opções que vão ao encontro de suas necessidades efetivas. “Com este diferencial, mais a agilidade para a implantação de projetos em tempo recorde, a Companhia tem aumentado consistentemente sua base de cartões processados e seu leque de clientes nos últimos meses”, comenta o executivo.

Fale com a CSU

Mensagem enviada com sucesso